Tenho percebido que muitos de nós passamos a vida inteira esperando pelo ideal. O emprego ideal, o namorado ideal, a casa ideal. E, talvez, este seja o grande problema, o até então desconhecido segredo do nosso fracasso.

Sabe, no mundo ideal, tudo é muito lindo e perfeito. Não há defeitos, chefes chatos, trincas na parede ou problemas na família. Fomos ensinados a esperar por isso. Mas, não nos contaram que ele não existe.

Não existe porque o meu ideal não tem, necessariamente, que ser igual ao seu.

A felicidade nem sempre se resume a uma casa na praia ou um emprego “dos sonhos”. Aliás, “sonhos” de quem? Meu ou seu?

Acredito que o grande “x” da questão está, justamente, em passarmos a vida desejando e procurando por ideais que não são nossos. Por isso, ficamos destinados a nos sentir sempre frustrados. Como se algo ainda estivesse faltando, mesmo após tantas conquistas. E está. Falta embasamento. Falta se olhar no espelho e enxergar além.

O que te faria realmente feliz? O que VOCÊ deseja, de fato?

Vivemos imaginando e desejando aquelas vidas perfeitas que, um dia, vimos nas telas do cinema. Lutamos contra a balança, para ficarmos dentro de um padrão preestabelecido sabe-se lá por quem. Rompemos relacionamentos, ou pior, nem mesmo o iniciamos com a ideia de que ainda não é AQUELA PESSOA. Mas pera lá, quem é você, em meio a todos esses estereótipos?

Percebo que muitas traições ocorrem por idealizações que não existem. As pessoas acreditam em perfeições que não são reais, e saem em busca delas. Uma busca que jamais terá fim. Afinal, quando todo aquele encantamento passar, e a rotina se instalar, você perceberá, sempre, que ninguém é perfeito, e nem deve ser. Na busca pelos ideais errados, valores são distorcidos e relacionamentos maduros e reais deixam de existir.

Às vezes, sinto que nos perdemos um pouco de nós mesmos. O que, na minha opinião, é realmente triste. O que seria o ideal nem sempre é o que te realizaria. E tudo bem. Você não é nenhuma estranha por não desejar o mesmo que todo mundo espera que você queira.

Muitos pais sonham com seus filhos bem-sucedidos. E isso é ótimo. Desde que tenham a sensibilidade de, ao menos, perguntar o que é ser bem-sucedido para o seu filho. Nem sempre sonhamos em ter grandes casas e carros, ou um emprego naquela multinacional. Às vezes, o simples fato de ter a oportunidade de estar mais próximo à família já é o suficiente. Nem sempre uma mulher sonha em casar e ter lindos filhos. Nem sempre um homem precisa ganhar muito dinheiro para ser feliz.

Nesse jogo de idealizações, relacionamentos são desfeitos, vidas são descartadas, momentos incríveis são deixados de lado.

O ideal deve ser aquilo que te faz leve. Que te faz transbordar felicidade. Ele é seu, e de mais ninguém.

Anúncios