Talvez, apenas talvez, você já tenha vivido alguma situação difícil na vida. E, se a sua resposta foi sim. Esse texto é para você!

Assim como a casca de um ovo, nossa vida também precisa ser quebrada, para que possamos renascer.

Às vezes, passamos por tantos obstáculos que nos sentimos, literalmente, cansados. Como se nossas pernas não mais tivessem forças para chegar até mesmo ali, na esquina da nossa casa. A vida pode ser cruel, e muitas de vocês irão concordar comigo.

Há tempestades que mais parecem tornados em escala máxima. Não é verdade?

Mas aí, de repente, o dia que estava escuro, resplandece. O mundo vai ficando colorido e, pouco a pouco, como quando uma criança aprende a pintar, você vai descobrindo novas cores, se surpreendendo com o efeito que a combinação delas tem sobre você. O papel vai ganhando vida, gerando risos fáceis e uma satisfação genuína.

Tenho entendido que desafios nos são propostos com um propósito. Todos eles, por pior que seja, querem nos ensinar algo. O problema é: nem todo mundo está disposto a aprender e, por isso, nem todo mundo evolui. Serão sempre as mesmas reclamações, as mesmas limitações.

Mas, se você aguçar sua sensibilidade e abrir sua mente para o inesperado perceberá as maravilhas que chegam logo após a tempestade. Ou até mesmo no seu auge. Pense bem. Quanta coisa você teve que superar em si mesma, quantas pessoas conheceu, quantas verdades foram colocadas na mesa, quanta coisa você descobriu que, na verdade, não era bem aquilo que imaginava, quantas vezes você teve que ser bem mais do que imaginou que poderia e como se sentiu livre depois de tudo.

Desenvolver a liberdade individual faz com que sejamos mais fortes diante da vida. Força essa que não nos deixa cair, mesmo que o balanço seja forte. Ser livre é libertador. E o que parece um jogo de palavras, nada mais é do que a mais pura realidade.

Quando você começa a aceitar situações, pessoas e a si mesmo você se liberta de todos os apegos. E o desapego, minha amiga, é o caminho mais certo para sua liberdade.

Desapegue-se. Esse é o meu único e sincero conselho por hoje.

Desapegue dos problemas. Eles não serão eternos.

Tenha paciência. Uma hora, de um jeito ou de outro, tudo passa. Foque no aprendizado que você deve, pro seu próprio bem, tirar disso tudo.

Curta suas alegrias ao máximo, mas não se apegue.

Elas também serão passageiras. Afinal, tudo nessa vida é passageiro, até mesmo nós. Viva-as como um presente de Deus.

Aproveite aqueles que você ama ao máximo. Converse, compartilhe momentos, escute o que eles tem a te dizer. Doe-se a eles sempre que tiver a oportunidade de estar junto. Mas, não se apegue.

Infelizmente, um hora todo mundo se vai e você precisa aceitar isso. Não chore depois que tudo chegar ao fim, ame-o agora.

E o que dizer da sua casa, carro, trabalho, roupas, e tudo mais? Por favor, não se apegue.

Usufrua de tudo aquilo que deseja. Viaje o mundo, compre o que tiver vontade, use e abuse de tudo o que te fará feliz. Mas entenda que são apenas coisas, não te pertencem e, no final,  você não levará nada disso. Não perca seu precioso tempo.

Liberte-se para a vida. Para a sua vida que é agora.

Anúncios