Existem diversas formas de se decepcionar na vida.

Uma amizade perdida. A confiança quebrada. Um amor mal resolvido. O abandono de um filho. Uma demissão sem aviso prévio. Uma agressão física ou verbal de alguém que você considerava especial.

Não importa qual seja a sua decepção, ela sempre terá como pano de fundo as expectativas criadas em relação a algo ou alguém. Fato.

Temos a péssima mania de depositar nossas expectativas em cima de pessoas que, em alguns casos (muitos deles), não poderão supri-las. Às vezes porque simplesmente não desejam satisfaze-las. Outras, talvez, porque nem ao menos sabiam que elas existiam.

Mas tenho que dizer uma coisa (e repito isso para mim mesma todos os dias), ninguém é obrigado a adivinhar o que esperamos dela ou, ainda mais importante, não há como exigir de alguém um comportamento que ele não está disposto a ter. Cada um oferece aquilo que tem e aquilo que pode. Cabe a você perceber se pode conviver com isso ou não.

Se não, simplesmente deixe-o ir. Não se maltrate dessa maneira. Você não é obrigada a viver uma vida inteira de decepções. Não mesmo. O outro também não deve carregar esse tipo de peso em suas costas.A felicidade deve estar em você, não no outro. Nunca no outro. Lembre-se sempre disso.

Já parou para pensar em quantas vezes você ficou criando expectativas com relação à atitude de alguém? Nós criamos em nossas mentes fantasiosas a imagem de uma pessoa perfeita (dentro do que acreditamos ser a perfeição) e esperamos que ela o seja, milagrosamente. Isso não é só cruel com a gente, mas com quem recebe esse turbilhão de expectativas também.

O sucesso de qualquer relacionamento é, além do amor e respeito um pelo outro, criar o hábito de não criar expectativas desnecessárias ou, pelo menos, conversar sobre elas para que haja um acordo mútuo.

Criar expectativas faz com que nosso sofrimento seja constante. Primeiro porque ficamos ansiosos, esperando que determinada pessoa aja de acordo com o que planejamos. Depois porque, se isso não ocorre, remoemos por dias a fio a falta de sensibilidade do ser em questão.

Deixe a vida ser um pouco mais leve e seja surpreendida ao invés de decepcionada.

É mil vezes melhor.

Anúncios